Criação de Site ou Redes Sociais? No que investir? - Balaio da Criação

Por Balaio da Criação

Publicado em 4 de setembro de 2019 | Atualizado em 16 de março de 2020


Seja no início de um novo negócio, ou durante planos de reestruturação da comunicação da empresa, a dúvida entre investir em criação de site ou redes sociais é algo comum entre empreendedores.  No que investir? Nas redes sociais e todo o seu potencial de interação? Ou seria melhor um site,

Seja no início de um novo negócio, ou durante planos de reestruturação da comunicação da empresa, a dúvida entre investir em criação de site ou redes sociais é algo comum entre empreendedores.  No que investir? Nas redes sociais e todo o seu potencial de interação? Ou seria melhor um site, que mostre todo o potencial da minha empresa e se comunique bem com quem estiver procurando por produtos e serviços como o meu?

Talvez a melhor resposta para esta pergunta seja: Depende!

Essa decisão, e o quanto de esforços e recursos você vai dedicar para um ou outro, depende dos seus objetivos e de uma série de fatores, sobre os quais falaremos ao longo deste texto. 

Continue a leitura e confira!

Por que as redes sociais?

Um bom jeito de responder essa pergunta, pode ser refletir quanto tempo do dia você e/ou pessoas próximas passam em algum tipo de rede social. Talvez, aí você já perceba o porquê de tantas marcas e empresas investirem tanto na sua presença e interação através de plataformas como Facebook, Linkedin, Instagram, Twitter, Pinterest e tantas outras.

 

Dados de estudo realizado pela Hootsuite e We Are Social, divulgados em Janeiro de 2019, mostram que o Brasil tem 140 milhões de usuários ativos nas redes sociais, o equivalente a 66% de sua população. O estudo traz ainda a informação de que 81% destes usuários interagiu ativamente na redes sociais no mês anterior a realização da pesquisa. 

 

Há muito público nas redes sociais, as pessoas têm recorrido a elas para se informar, para buscar empresas,  pessoas e marcas com as quais se identifiquem. Mas acima de tudo, tem recorrido às redes buscando contato, interação, troca de ideias e informação. Então, este é o ambiente propício para que você exponha sua marca, seus ideais, sua proposta de valor para a sociedade em geral e acima de tudo para seu público, seus potenciais clientes.

 

Há muita informação disponível, nas redes, e é aí que se encontra também uma uma desvantagem que nos leva ao outro assunto do texto: o site.

Por que um site?

Já falamos acima, sobre a quantidade de informação disponível nas redes sociais atualmente. Obviamente, bem exploradas, elas são ferramentas valiosas. Mas, se pudermos resumir em uma palavra, a vantagem fundamental de investir na criação de site, a palavra seria CONTROLE.

Sim, controle! 

Em um ambiente seu, pensado para dar enfoque aos seus diferenciais, seus produtos e serviços, com as informações inseridas de forma estratégica, é muito mais fácil conduzir as ações do potencial cliente e criar experiências positivas em relação ao que você está propondo ao mercado.

Por mais personalizáveis que sejam, as plataformas de terceiros estão sujeitas a padrões e regras que independem da sua vontade. Mas, no caso da criação de site próprio, você terá acesso e definirá as ferramentas, a segurança e todos os fatores envolvidos. É importante considerar que algo que é feito por você, está sujeito a suas regras de funcionamento, tem dados acessados apenas por você e decisões apenas sob sua responsabilidade. 

Além do controle de quais informações mostrar, ao ter um ambiente seu, você elimina os ruídos e interferências da comunicação. Evita as interrupções de anúncios de outras empresas se sobrepondo a sua mensagem, evita que o bate-papo com um amigo ao pé da janela do navegador tire a atenção daquele conteúdo que você tanto planejou para “fisgar” seu cliente.

Afinal, qual eu devo escolher?

Além do que já citamos, colocamos abaixo, em forma de comparativo, alguns pontos a considerar sobre as duas opções –  redes sociais e criação de site – que podem para auxiliar na avaliação:

 

Redes Sociais

Criação de site

Muita informação a ser assimilada ao mesmo tempo Foco na sua mensagem (produto/serviço)
Pouca gestão sobre a forma como o conteúdo é apresentado Escolha de cada detalhe da apresentação do seu conteúdo
Grande adesão de usuários nas redes Exposição em mecanismos de busca (pesquisa orgânica, anúncios pagos)
Interação e engajamento Captação de interessados e condução para ações de conversão
Burocracia para resolução de problemas 

Necessidade de contato com equipes de suporte (solicitações via e-mail, envio de documentação, prazos de resolução longos, respostas inconclusivas, bloqueios de contas)

Autonomia e/ou autoridade para tomar decisões e resolver o problema.

Resolução por conta própria ou com apoio de parceiros próximos que conhecem você e seu negócio.

O ideal para melhorar a presença online, é aliar o uso da redes sociais com o projeto de criação de site, e conseguir combinar os dois canais.  Use as redes sociais para estar presente, interagir com o público e para atrair interesse. Mas é fundamental, que no momento em que o interesse foi despertado, você tenha o site como ambiente onde vai expor sem interferências os detalhes do seu produto, da sua proposta de valor e os diferenciais e benefícios do seu produto/serviço.

Claro, você não precisa desenvolver sozinho seu próprio site. É até mesmo recomendável que conte com um parceiro com experiência em criação de site e tenha alguém  para te ajudar a de todos os detalhes. 

Aqui na Balaio da Criação, entre outras atividades, trabalhamos com a criação de site para empresas de todos os segmentos, contando com equipes de profissionais das diferentes áreas para dar suporte no desenvolvimento e acompanhamento de projetos. Se quiser conhecer este serviço, entre em contato conosco.

Print Friendly, PDF & Email

Posts relacionados