Marketing Digital: usos e conceitos. - Balaio da Criação

Por João Kzam

João Kzam, #osenhordabusca, facilitador, palestrante, comunicador, jornalista digital, conteudista, content maker, podcast maker da Balaio da Criação e uma das vozes do Minuto B do PodAí da Balaio.

Publicado em 1 de janeiro de 2017 | Atualizado em 16 de março de 2020


Conceito. O conceito de Marketing Digital tem o mesmo sentido do conceito sobre marketing, só que de maneira mais ampla, em formatos mais diversificados e alcance infinitamente maior. Sim, as únicas diferenças entre um e outro são os formatos dos elementos usados e a amplitude do alcance. É claro, a

Conceito.

O conceito de Marketing Digital tem o mesmo sentido do conceito sobre marketing, só que de maneira mais ampla, em formatos mais diversificados e alcance infinitamente maior. Sim, as únicas diferenças entre um e outro são os formatos dos elementos usados e a amplitude do alcance. É claro, a velocidade vem de carona em tudo isso. Marketing Digital é o uso de todos os atores digitais (internet, arquivos digitais, canais digitais, web, etc) para o exercício do Marketing, da promoção do seu negócio.

Conceitos Externos.

Business Dictionary tem uma definição enxuta, simples  sobre Marketing Digital: “A promoção de produtos ou marcas através de uma ou mais formas de mídia eletrônica”.

Marketing Digital: a força crescente.

Existem narrativas de crescimentos estratosféricos de empresas que adotaram o lado digital do marketing. Ao mesmo tempo que diluir custos, distribuindo-os de forma mais equânime. Consequentemente reduzindo o valor de engajamento a valores bastante baixos. E tudo isso de forma mais rápida. Com a vantagem de se poder mensurar de forma exata. E o mais fantástico é poder definir o cliente perfeito para o produto perfeito. E essas vantagens todas se alimentam de forma sinérgica, constantemente. A criatividade é o limite.

Pode-se abordar a evolução do marketing partindo da Era da Produção, quando o foco era como produzir os produtos ou serviços, e nesse momento procurou-se padrões, por isso passamos pela produção em massa de produtos iguais pra todos, lembram da calça jeans? Todos queriam ter uma, e de repente todos vestiam a mesma calça. Chamaram essa fase embrionária do Marketing de 1.0.

Depois veio a Era das Vendas, onde o foco era adquirir o maior número de consumidores possível, mas ainda era um consumidor estático, passivo. Chamaram era época de Marketing 2.0.

E agora, a Era do Marketing de Relacionamento, com a ajuda da tecnologia, onde pode-se acompanhar passo-a-passo, dia-a-dia os clientes ou consumidores. É a era atual, do Marketing 3.0.

Print Friendly, PDF & Email

Posts relacionados